Ficha Técnica do TK-3000 IIe



Apple II
Microdigital TK-3000 IIe



TK3000 IIe é um modelo de microcomputador pessoal que foi fabricado pela empresa brasileira Microdigital Eletrônica, compatível com o modelo Apple IIe Enhanced da empresa estadunidense Apple Inc. Foi apresentado ao público na V Feira Internacional de Informática, em setembro de 1985, e colocado no mercado em abril de 1986 por Cz$ 12.500,00 (aproximadamente R$ 6.170,00 em valores atualizados – novembro de 2010).


Engenharia reversa e circuitos integrados dedicados

Devido ao Apple IIe utilizar circuitos integrados dedicados (ASICs), chamados MMU (Memory Management Unit) e IOU (Input / Output Unit), dificultando a copia em relação aos modelos Apple II e Apple II+, que eram construídos com circuitos integrados de uso geral, a Microdigital foi obrigada a fazer engenharia reversa desses componentes para obter compatibilidade com o modelo da Apple.

Baseado nessa pesquisa de engenharia reversa, a Microdigital projetou dois circuitos integrados dedicados, utilizados no TK3000 IIe, o MC168300 e o MC168310, realizando funções semelhantes aos circuitos integrados MMU e IOU, respectivamente.


Teclado

O teclado do TK3000 IIe tem 77 teclas, incluindo os conjuntos alfanumérico com disposição QWERTY, numérico reduzido e teclas de controle, além de um conjunto com 5 LEDs indicadores para power (energizado), caps lock (maiúsculas travadas), mode (modo acentuação ativo – conjunto de caracteres com acentos em tela), accent (indica que uma tecla com símbolo de acento foi pressionada, aguardando a escolha da vogal a ser acentuada) e prog (modo de programação de teclas).

Um computador Zilog Z80 completo (UCP + RAM + ROM) é usado para o controle do teclado em substituição ao circuito integrado controlador de teclado AY-5-3600 usado no modelo da Apple, acrescentando algumas características funcionais:

- Seleção de conjunto de caracteres acentuados em tela com a tecla "mode" (funcional apenas para vogais em minúsculo);
- Acentuação estilo máquina de escrever, pressionando a tecla com o símbolo de acento e, em seguida, a tecla com o caracter
    a ser acentuado. Exemplo: pressionar “~” e “a” resulta em “ã”;
- Atribuição de sequências de caracteres a determinadas teclas. Por exemplo, associar a palavra “home” as teclas "control" +
    "h", de forma que, ao invés de digitar todo o comando, basta pressionar simultaneamente as teclas "control" e “h” para
    obter a palavra inteira. Até 512 caracteres podem ser atribuídos, não importando a qual quantidade de teclas, se uma
    ou várias.

A programação das teclas pode ser salva e recuperada de disco através do programa TKPROG que vem no disquete com o sistema operacional TKDOS 3.3. Um conjunto de pré-programações para as teclas, com comandos do Applesoft BASIC e do Apple DOS, pode ser obtida com o pressionamento simultâneo das teclas "control" e "mode".

Apesar das facilidades oferecidas pelo teclado do TK3000 IIe, duas críticas se tornaram comuns:
- A ausência da tecla “Return” no teclado numérico reduzido que, além de atrapalhar a digitação de dados numéricos,
    atrapalha a operação de certos programas que atribuem função específica a essa tecla (a tecla “Return” do conjunto
    numérico reduzido é totalmente independente da tecla “Enter” do conjunto alfanumérico nos computadores da Apple).
- Incompatibilidade com alguns jogos que não recebem os comandos de forma apropriada, provavelmente pela diferença
    no circuito de controle de teclado do TK3000 IIe em relação ao modelo da Apple.


Gabinete

Feito em plástico ABS injetado, com base em chapa de alumínio estampado, segue o típico design da linha Apple II, com o teclado em declive, embutido na parte frontal, e tampa superior com trava por encaixe, que dá acesso a fonte de alimentação, placa-mãe e todas as demais placas encaixadas nela.

A trava da tampa é razoavelmente delicada, quebrando com certa facilidade se comparada ao sistema de trava dos modelos da Apple. O TK3000 IIe era vendido com dois modelos diferentes de tampa: Uma simples, plana, como em qualquer gabinete de Apple II e; Outra, com espaço para dois acionadores slim de disquete de 5,25″, que faz com que fiquem embutidos no gabinete. Neste último caso, a trava se mostra novamente inconveniente pois, se o microcomputador é levantado em posição vertical, com o lado do teclado para cima, a tampa, pesada com os acionadores, escorrega para trás, que é o movimento de destrava e abertura, levando a queda do conjunto.

O painel traseiro segue o formato dos modelos Apple II e II+, com rasgos para a saída de cabos, diferente dos modelos Apple IIe, que possuem furos com tampas removíveis, que permitem a afixação exata de conectores ou passagem dos cabos.


Sistemas operacionais

Assim como todos os modelos de Apple II, se não houver nenhuma placa que altere o funcionamento padrão ou algum dispositivo de armazenamento em disco ou equivalente, o TK3000 IIe apresentará como sistema operacional o editor da linguagem BASIC (Applesoft BASIC, no caso do TK3000 IIe), residente em firmware, que permite:
- A execução de comandos em modo direto (o comando ou linha de comandos é imediatamente executado, sem que faça
    parte de nenhum programa);
- A inserção de linhas de comandos em um programa;
- A entrada no monitor (também conhecido como System Monitor), um ambiente de manipulação direta da memória, execução
    de programas em linguagem de máquina, debug, assembler e disassembler;
- Salvar programas em ou carregar programas de fitas K7.

Caso esteja conectado um dispositivo de armazenamento em disco, o TK3000 IIe executa os mesmos sistemas operacionais que o Apple IIe Enhanced. Alguns desses sistemas operacionais requerem 80 colunas (exige placa de expansão de RAM de 1KB ou mais no slot auxiliar) ou 128KB de RAM (exige placa de expansão de RAM de 64KB ou mais no slot auxiliar).
Em todos os casos, é preciso ter o acionador de disquetes padrão Apple Disk II (exige placa de interface e respectivo acionador). Em alguns casos é possível o uso de algum outro dispositivo de armazenamento em disco ao invés do acionador Disk II:

- Apple DOS versão 3.3, da Apple;
- ProDOS 8 (todas as versões), da Apple;
- Apple Pascal, da Apple;
- UCSD Pascal, da Universidade da Califórnia;
- GEOS, da GeoWorks;
- Contiki, de Adam Dunkels;
- CP/M, da Digital Research (todas as versões específicas para Apple II com placa Softcard). Exige a presença da placa
    Softcard, da empresa Microsoft.

A Microdigital disponibilizou versões traduzidas e com pequenas alterações do Apple DOS versão 3.3, chamada de TKDOS 3.3, e do ProDOS (versão indefinida), chamada de TKPRODOS.


Linguagens de programação

Todos os interpretadores, compiladores e ambientes de desenvolvimento integrado que executam em microcomputadores Apple IIe Enhanced podem ser usados no TK3000 IIe. Em alguns casos pode ser necessário o uso de 80 colunas, 128KB de RAM ou acionador de disquetes (ou dispositivo de armazenamento em massa que possa substituí-lo). As linguagens de programação disponíveis nativamente são:

- Assembly 6502 / 65C02;
- BASIC;
- Pascal;
- Logo;
- Forth;
- Lisp;
- C;
- FORTRAN;
- Modula-2.

Com o uso do sistema operacional CP/M, pode-se utilizar quaisquer outras linguagens de programação disponível para esse sistema, além das acima citadas, tais como Assembly 8080 e Z80, COBOL, ALGOL, Prolog etc.


Características

   Microprocessador:
       - WDC 65C02 executando à 1Mhz
       - Zilog Z80 (2MHz) para controle do teclado inteligente
       - Data bus de 8-bits


   Memória ROM e RAM:
       - ROM: 16KB on-board (Applesoft BASIC - O Integer BASIC pode ser carregado pelo sistema operacional)
       - RAM: 64KB on-board
          Com placa de expansão no slot auxiliar, pode-se acrescentar de 1KB de RAM (placa Apple 80-Column Text Card)
          até 3Mb de RAM (placa Applied Engineering RamWorks III). Com a placa Microdigital TK Works IIe, dependendo da
          configuração desta, pode-se acrescentar de 64KB até 1Mb de RAM


   Teclado:
       - Tipo profissional;
       - Embutido no gabinete do microcomputador;
       - 77 teclas, incluindo conjunto alfanumérico com disposição QWERTY, numérico reduzido e teclas de controle;
       - 5 LEDs indicadores de estado;



   Modo Monitor:
       - Opera diretamente em hexadecimal
       - Examina posições da memória
       - Altera o conteúdo da memória
       - Transfere blocos de dados
       - Compara blocos de dados
       - Armazena e carrega blocos de memória em fita cassete
       - Soma e subtrai valores hexadecimais
       - Executa programas em linguagem de máquina
       - Display em modo normal ou inverso


   Modo Disassembler:
       - Disassembla um bloco de memória em código mnemônico do 6502


   Modo Mini-Assembler:
       - Compila em códigos hexadecimais, comandos introduzidos em código mnemônico do 6502
       - Permite a execução de comandos do monitor de dentro do mini-assembler


   Modos de vídeo:
       40 X 24 (modo texto nativo P&B)
       80 X 24 (modo texto P&B)
       40 x 47 (baixa resolução GR 16 cores)
       40 x 40 + 4 linhas de Texto (baixa resolução GR 16 cores)
       DGR: 80 X 48 (dupla baixa resolução com 15 cores)

       280 x 192 (alta resolução HGR 6 cores. Apenas 4 cores na placa Rev.0)
       280 x 159 + 4 linhas de Texto (alta resolução HGR 4 cores)
       280 x 192 sendo 1 linha de Texto (alta resolução HGR2 4 cores)
       DHGR: 560 X 192 (dupla alta resolução com 15 cores)


   Som:
       - Saída de som através de falante interno no gabinete
       - Som controlado pela CPU, através de programação em linguagem de máquina (ASM)
       - Interface para gravador cassete (IN/OUT)


   Expansão:
       - 7 slots padrão Apple II (50 pinos) numerados da esquerda para direita, iniciando no 1 até 7
       - 1 slot Auxiliar de 60 pinos
       - 1 porta dip-16 para joystick analógico, que comporta até 2 joysticks ou 4 peddles, com até 3 botões de disparo
       - 1 porta DB-9 opcional para joystick analógico, com até 3 botões de disparo
       - 2 portas para gravador K7 (1 para leitura e 1 para gravação)


   Periféricos:
       - Placas de expansão de memória de até 3Mb no slot auxiliar
       - Placa comunicação serial
       - Placa para impressoras
       - Placa para Modem
       - Placa CP/M
       - Interface Disk II para unidade de disquete
       - Joysticks proprietário analógico
       - Gravador cassete (a 300 bauds)
       - Entre outros...


#286616